Buscar
  • Toxic Astronaut

Andrei Rotary lança EP "I Was Wrong" pela Toxic Astronaut.



 

"I Was Wrong" é uma mistura de Melodic House e Indie Dance e agrada pelo groove e produção bem elaborada, artista romeno Andrei Rotary faz sua estréia pela gravadora.


Andrei Rotari aka "Andrei Rotary" é um artista nascido na República da Maldávia que vive em Bucareste na Romênia. Muito perto da guerra que está ocorrendo entre Rússia e Ucrânia o artista produz suas própias músicas e tem longa carreira na música eletrônica.


"Na escola meu objetivo era ter uma profissão, mas nos tempos livres eu frequentava os clubes e comecei a ficar impressionado como os DJ's atraiam a atenção totalmente para eles e me interessei por esse caminho".

Em uma dessas idas aos clubes o artista teve a opotunidade de construir uma amizade com um DJ residente do lugar e ai o resto é pura mágica:

"Em uma dessas idas a clubes com amigos me aproximei de um DJ, comecei a frequentar ainda mais e isso foi o começo de uma história que durou dos meus 18 anos ate´os 33 anos onde fui residente desse mesmo clube".

Quando já estava satisfeito com seu desempenho nos mixers e consolidado como DJ o artista no anseio da evolução começou a se interessar por produção musical, assim deu início a carreira de produtor também.


"Comecei a frequentar festas onde os DJ's tinham suas própias músicas, tornando suas mixagens cada vez mais exclusivas, e isso me interessou, comecei a estudar produção musical com muita dedicação e afinco".

O Artista confessa que em várias vezes pensou em desistir, produção demanda tempo e muita dedicação e com isso vem também as frustrações, expectativas não atendidas e todo o pacote que todo produtor precisa passar para encontrar sua soniridade e conforto:


"As vezes eu queria parar de produzir porque estava tomando todo o tempo do mundo e estava ficando maluco".

Isso acabou afastando o artista dos estúdios de produção, ficou por vários anos distante e com a chegada da pandemia acabou se deparando com seu destino novamente, só que dessa vez muito mais experiente e com estrutura para assumir sua paixão:


"Tinha muito tempo livre e lancei alguns álbuns. A música eletrônica tem seu charme especial e não é fácil de fazer".

O artista acredita que a música eletrônica é uma arte, e se quem está por trás de cada música produzida não tiver uma história para contar, um sentimento a reproduzir não alcança um resultado satisfatório. Seus anos de experiência fez criar um workflow e um mindset que todos os produtores precisam adquirir, não produzir o que se espera mas sim o que se sente.


"Sempre procuro algo específico, algo complicado, algo único, emoções pensamentos, elementos da vida, memórias quando trabalho em um projeto".

O artista reforça que em vários momentos a maturidade de sua sonoridade se concluiu com a experiencia vivida, com a evolução como ser-humano e com os encontros com suas preferências. É gratificante para nós da label conversar com artistas que tem sua formação durante bastante tempo por que reforça que cada artista possui seu tempo específico, possui sua mentalidade e sua forma de agir e evoluir.


"Aprendi o que é bom para a produção e para mim como artista e optei por introduzir esses elementos na música melódica, progressiva e no techno".

O EP "I Was Wrong" foi ao ar no dia 18 de março, conta com três faixas exclusivas e já pode ser adquirida através do Beatport.

 




36 visualizações0 comentário